30 de set de 2013

Minissonatas...

http://1.bp.blogspot.com/_Kp4RdUfTKcw/TJLIh125fGI/AAAAAAAABVs/0pXZl93F1Vs/s320/Vinyl_laughter_by_wiszdomart.jpg

☆... Compreendi, então, que a vida não é uma sonata que, para realizar a sua beleza, tem de ser tocada até o fim. Dei-me conta, ao contrário, de que a vida é um álbum de minissonatas. Cada momento de beleza vivido e amado, por efêmero que seja, é uma experiência completa que está destinada à eternidade. Um único momento de beleza e amor justifica a vida inteira. ...☆


☆☆... Rubem Alves ...☆☆







.

Ficar...

http://27.media.tumblr.com/tumblr_l5opkpWnWE1qcq89do1_500.jpg



☆... Uma presença, quando muito importante, não poupa gestos, alma, nem silêncios. Cuida bem, só com os olhos. No amor, geralmente, o belo não se alimenta de discursos. Porque tudo já está ali, disposto. Dito.

É preciso ficar e sentir, sem ir. ...☆




☆☆... Priscila Rôde ...☆☆







Convivência...

http://24.media.tumblr.com/tumblr_ln51roe0ni1qjhlr2o1_500.jpg




☆... O mais difícil não é viver: é conviver. 
(....) Existem pessoas que gostam muito de usar a franqueza, 
mas é uma franqueza que joga todo mundo no chão. ...☆. 


☆☆... Chico Xavier ...☆☆








.

Só as crianças...


http://4.bp.blogspot.com/_8DLN1Wpci84/TLxVeZnPC2I/AAAAAAAABR0/uf-q9gRyJ8w/s320/Childish_by_meriirem.jpg


☆... Só as crianças sabem o que procuram... 
Perdem tempo com uma boneca de pano, 
e a boneca se torna muito importante,
 e choram quando a gente toma. ....☆




☆☆... Antoine de Saint-Exupéry ...☆☆








.

...







ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆







.

26 de set de 2013

Desenhando a história...

http://2.bp.blogspot.com/--NNEm5L5gDQ/Ud9Q3Dcv-3I/AAAAAAAAAs4/brE2tnyKCOE/s1600/tumblr_meqpdtuw501qjm0ylo1_400.jpg



☆... Cada página da história de nós dois
Tem parágrafos repletos de saudade
Que a distância covarde se interpôs
Entre nós dois, sem deixar felicidade.
Nosso livro de amor está sem título
Mas, na cena, do último capítulo
Meu caminho se encontra com o teu
E qualquer um pode ver em nosso abraço
Que a caneta da vida fez um traço
Riscou junto o teu nome com o meu. ...☆



☆☆... Pedro Torres ...☆☆






.

Chuvas, estrelas, lua ...

http://3.bp.blogspot.com/_gQf3pC0ttuo/S_nzE6GoGQI/AAAAAAAAG9E/2dXEZmEE_pk/s1600/A+Mulher+e+as+estrelas+em+fundo+roxo....jpeg


☆... Se meus olhos fossem câmeras cinematográficas eu não veria chuvas, nem estrelas, nem lua. Teria que construir chuvas, inventar luas, arquitetar estrelas. Mas meus olhos são feitos de retinas, não de lentes, e neles cabem todas as chuvas, estrelas e lua que vejo todos os dias, todas as noites. ...☆




☆☆... Caio Fernando Abreu ...☆☆





.

Germinando...



☆... Que sejamos gratos às tempestades que passamos no decorrer de nossas vidas, 
porque não existe semente que não precise da chuva para germinar. ...☆





☆☆... Rhenan Carvalho - Livro: O coração de Anakreb - Uma viagem para alma ...☆☆







.

25 de set de 2013

Dividir...

http://1.bp.blogspot.com/_gQf3pC0ttuo/TLkpJoWzoBI/AAAAAAAAH-4/70Iblr4r5qk/s1600/AMOR+-+Casal+deitado+na+relva...+e+flor+amarela....jpeg
 

☆... Encontre alguém que te some tanto que você tenha que dividir. 
O café, a conversa, a risada, o guarda chuva, 
a roupa, o corpo, a cama, o sentimento. 
E a vida. ...☆




☆☆... Cristina Custodio ...☆☆






.

Flores...

http://2.bp.blogspot.com/-ORI5FfhMtDw/TuyUCOIUkDI/AAAAAAAAIV4/GzW3eMSxsn4/s200/Ruberval2.jpg


☆... Ninguém oferece flores.

A flor, em sua fugaz existência, já é oferenda.

Talvez, alguém, de amor, se ofereça em flor.

Mas só a semente oferece flores. ...☆

 
 
 
 
☆☆... Mia Couto ...☆☆







.

Além do Arco-íris - Luiza Possi

http://lh5.ggpht.com/_lcSuAYr9RWo/TPuQhstTb7I/AAAAAAAAUn4/p16hCQaTdMg/melhores%20fotos%20espaciais%20marte%20e%20arco%20iris_thumb%5B1%5D.jpg?imgmax=800


☆... Além do arco-íris
Pode ser
Que alguém
Veja em meus olhos
O que eu não posso ver

Além do arco-íris
Só eu sei
Que o amor
Poderá me dar tudo que eu sonhei

Um dia a estrela vai brilhar
E o sonho vai virar realidade
E leve o tempo que levar
Eu sei que eu encontrarei a felicidade

Além do arco-íris
Um lugar
Que eu guardo em segredo
Que só eu sei chegar

Um dia a estrela vai brilhar
E o sonho vai virar realidade
E leve o tempo que levar
Eu sei que eu encontrarei a felicidade

A luz do arco-íris
Me fez ver
Que o amor
Dos meus sonhos
Tinha que ser você! ...☆





☆☆... Além do Arco-íris - Luiza Possi ...☆☆






.

24 de set de 2013

Prece...



☆... Quando meu coração estiver insensível e árido, vem a mim com uma chuva de misericórdia.

Quando a vida perder o encanto, vem a mim com uma explosão de canções.

Quando o trabalho tumultuoso espalhar por toda parte seu ruído, isolando-me do mais distante, vem a mim, Senhor do silêncio, com tua paz e serenidade.

Quando meu coração mendigo estiver covardemente encolhido em um canto, arromba a porta, meu Rei, e vem a mim com a pompa de um rei.

Quando o desejo cegar minha mente com ilusões e poeira, ó tu, o único Santo e Vigilante, vem a mim com teu raio e teu trovão. ...☆



☆☆... Rabindranath Tagore ...☆☆





23 de set de 2013

ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆

http://favim.com/orig/201104/20/Favim.com-20462.jpg


☆☆... Para onde vai tudo que se vive? Para onde vai a mágica de certos instantes? A comunhão que se viveu, a cumplicidade de dividir tempo, espaço, experiências inaugurais? Para onde vão o carinho, a parceria, a entrega? Para onde vai o conhecimento, pessoal e intransferível, que se tinha do outro? Para onde vai o que só vocês viram e experimentaram: o nascimento de um filho, a morte de um amigo, a notícia daquele emprego, o assalto, a compra da casa, o diagnóstico ameaçador, a noite no acampamento, aquele show em Londres? Para onde vai a consciência que você tinha, de, com apenas um olhar, saber se ele estava feliz, deprimido ou ansioso? Para onde vai a absoluta intimidade que se teve com o outro?

Acredito que isso tudo fica em algum lugar interno, como um site, uma espécie de nuvem onde armazenamos tudo o que vivemos. Tão reais e etéreos como o iCloud, temos os nossos weClouds, que podemos acessar ou que nos acessa, algo que fica preservado, e que, mais do que nos fazer lembrar coisas, nos acolhe e ratifica. O weCloud guarda o essencial, o que ficou depois da ruptura, da tempestade, o rescaldo de um tempo, um a dois permanente, que sobrevive aos acordos rompidos, às bênçãos desfeitas, às juras esquecidas. No weCloud, ficam o sumo, o substrato, a força do projeto um dia compartilhado. No weCloud, ficam o afeto espontâneo, o registro das intenções sinceras, da vontade de acertar e de tudo o que foi verdadeiro.

Os relacionamentos podem acabar, mas não o vivido. Não se trata de memória, nem de detalhes tão pequenos de nós dois. Não se trata de viver no passado, nem de não aceitar os fatos. Não se trata de sublimar dores e porradas ou se refugiar num mundo alegrinho de autoajuda e negação. Não se trata de dourar a pílula e contar para si uma história diferente. Trata-se de vida bem vivida que não pode nem deve ser perdida. Tudo o que vivemos e sentimos vira acervo, fonte, ferramenta; é nosso para sempre.

Quando estamos com alguém, somos, em alguma instância, uma pessoa única, que só aquele companheiro conhece. Maria é para João uma Maria que ela nunca será para Pedro, que é um Pedro para Maria, que nunca será o mesmo para Ana. Maria poderá ser muito mais feliz com Pedro do que com João, mas ela terá sempre sido a Maria do João e haverá sempre um lugar onde Maria e João se reconhecerão, mesmo que nunca mais se encontrem.

Somos o que vivemos, e não podemos abrir mão disso. É fundamental que cuidemos da nossa história, que saibamos acolher nossas experiências com generosidade e entendamos que certas vivências, emoções e descobertas foram únicas e estarão sempre produzindo algum efeito em nós.

Todo fim de relacionamento pede tempo. Tempo para o luto, para a saudade, para a cura, para o distanciamento, para a neutralidade, para o recomeço. Existe um caminho a percorrer que vai do fundo do poço ao fórum, do desespero ao terapeuta, da perplexidade à aceitação, do abandono à libertação. Há que fazer faxinas: roupas, livros, fotos, palavras mal ditas, mágoas, decepções. Há que separar papéis, propriedades, planos, sonhos. Há que separar, acima de tudo, o trigo do joio, o passado do futuro, o extinto do eterno. Há que guardar as coisas que não cabem em malas nem cofres, aquilo que não se quantifica nem se elenca em formais de partilha e declarações de renda. Há que amar o perdido.

Só quem tem passado tem futuro. Escolher a bagagem que se carrega é decisivo para seguir adiante. Entre fardo e combustível, asas e correntes, você decide. Entre salvar e deletar, você decide. Conjugar sem medo o pretérito imperfeito para viver o futuro do presente.

Depois de um tempo, as dores passam... Sim, elas se cansam de nós e, se somos saudáveis, nos cansamos delas também, seguimos em frente, voltamos para nós mesmas, dispensando o que não nos serve mais, garimpando minúsculas preciosidades, recolhendo luminosidades, cheias de preguiça de sofrer, prontas para recomeçar, de novo, mais uma vez. Um belo dia você se pega pensando naquele nós, que deixou de existir, sem a fisgada de saudade, nem ressentimento, nem raiva. Você pensa com serenidade. Você pensa não mais no ex, mas no companheiro de vida: sai o ex, fica o amigo.

É quando você o abraça no velório do pai e sabe como ele está se sentindo e ele também sabe que você sabe como ele se sente, e isso é muito íntimo e confortante e está lá, na tal nuvem, para sempre.

É quando você recupera em DVD seus filmes em Super 8 e fitas em VHS, com todas as fases e faces queridas da sua vida, e faz uma cópia para ele, porque sabe que aquilo tudo é parte da vida dele também, e você se sente grata por compartilhar.

É quando você recebe um presente sem cartão: um disco de vinil de um show que você foi com um certo namorado. Pronto, lá está o para sempre: os anos 70, a avidez de descortinar o mundo, a larica, a revolução, o incrível mundo das primeiras vezes, compartilhado com entrega e inocência. O cartão é desnecessário, pois só você e ele sabem quem vocês eram naquele dia-tempo e o que significou estar ali naquele concerto de rock.

É quando você encontra numa caixa esquecida rolhas de champanhe e sementes de romã, que fazem você lembrar quem você era e como você se sentia quando estava totalmente apaixonada por aquele cara na Itália.

É quando você escreve um livro sobre maternidade e manda em primeira mão para o pai dos seus filhos, porque ninguém mais do que ele sabe como você ficava quando estava grávida, pois só ele viu seu estado de graça e, talvez, antes mesmo de você, ele viu você virar mãe.

Lá estão vocês, no weCloud, sócios de experiências transformadoras, parceiros de sonhos, realizados ou não, amigos que cresceram juntos, cúmplices dos pequenos crimes contra o amor, vítimas dos mesmos desgastes da convivência, ungidos por bênçãos comuns, coautores e personagens do mesmo livro.

Maria não é mais a mesma que foi com João, mas, para ser a Maria que está com Pedro, ela teve que ser a Maria do João, e João, para ser o companheiro de Ana, teve que ser antes o de Maria. Somos o que nascemos e o que escolhemos viver, somos o que ganhamos, o que perdemos, o que boicotamos e o que nunca alcançamos.

É muito libertador fazer as pazes com nossa história. Do que nos serve ter rombos na linha do tempo? Negar, bloquear, tornar inacessíveis as lembranças, impossibilitar um resgate saudável do vivido? Do que nos serve chamar ex-companheiros de falecidos ou equívocos? É injusto conosco. É empobrecedor. Temos essa mania de achar que só o que dura para sempre é um sucesso. Durabilidade nunca foi sinônimo de segurança, assim como o efêmero não é sinônimo de fracasso. Uma jaula é segura e nem por isso um lugar feliz, da mesma forma que viagens são fugacidades maravilhosas que se perpetuam dentro de nós. Nenhuma história é vã. Nada é. Nossa alma-memória, aquela que nos identifica, define e referencia, é como uma colcha de retalhos; alguns retalhos são mais bonitos que outros, mas todos são necessários.

Amar o perdido deixa confundido o coração (Drummond) porque é amar o intangível, o que, não sendo mais, ainda resiste, insiste e ressignifica o que antes tinha outro nome e valor. Amar o perdido é reconhecer que muito tempo, energia e as melhores intenções foram investidas, empenhadas e depositadas numa relação, num incrível voto de confiança no outro e na Vida. Sim, mesmo os grandes erros e as falências retumbantes têm histórias comoventes e belas. 

 

Amar o perdido é entender que nada se perde.


Amar o perdido só é possível quando você volta para a casa dentro de você. Melhor que dar a volta por cima, é voltar para si mesma. Nessa hora você se sabe inteira, apaziguada, de bem com sua história. Aí, você entende o weCloud e lembra de Quintana dizendo: " eternas são as nuvens", e você se comove com a certeza de que um certo para sempre existirá, "pois as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão" (Carlos Drummond Andrade).

É isso, não fica o que é lindo. Fica o que finda. Fica de um jeito real. Não fica lindo só porque finda. Fica, porque finda, e, quando finda, fica o que foi de verdade, o que nunca finda. As coisas findas ficam. Perdidas, talvez, mas para sempre nossas. Eternas, como só as nuvens podem ser. ...☆☆




(Texto belissimo e verdadeiramente verdadeiro!! Pena que não tenho certeza de sua autoria, pois as fontes não são seguras. Mas vale a pena estar aqui no meu cantinho, porque somos feitos dessas pequenas coisas, ou melhor porque sou ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆)





.

Sr. Cupido...



☆... Você faça o favor de facilitar o caminho da esperança. ...☆



 
 
Clarice Lispector
Do livro: Felicidade Clandestina









.

22 de set de 2013

Evanescence - My Heart Is Broken



♫♪... My heart is broken
Release me, I can’t hold on
Deliver us
My heart is broken
Sweet sleep, my dark angel
Deliver us
My heart is Broken
Sweet sleep, my dark angel
Deliver us from sorrow’s hold ...♪♫






.

Avenged Sevenfold - So Far Away [Music Video]



♫♪... How do I live without the ones I love?
Time still turns the pages of the book it's burned
Place and time always on my mind
And the light you left remains but it's so hard to stay
When I have so much to say and you're so far away

I love you
You were ready
The pain is strong and urges rise
But I'll see you
When it lets me
Your pain is gone, your hands untied

So far away
And I need you to know

So far away
And I need you to
Need you to know ...♪♫



(Perfeita!!)




.

21 de set de 2013

...






ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆




.

Suas verdades...



 
☆... A ansiedade é uma prisão de fantasmas
que aterrorizam a mente.
Não acredite em miragens.
Não arraste correntes.
A sua mente não é uma gaiola.
Guie-se pelas estrelas das suas verdades.
Liberte-se. Voe! ...☆





☆☆... Lígia Guerra ...☆☆






.

Ser feliz...

Writer


☆... Vamos escrever a vida. Sem medo. Sem aquela expectativa surreal de acertar sempre. Sem aquela cobrança absurda de fazer tudo o que precisamos, custe o que custar. 
 
Que tal pararmos de pular a primeira página para treinar a letra ideal? Vamos escrever do jeito que for, afinando e desafinando, errando e acertando e – sempre – amando e aceitando o melhor e o pior que existe em nós. 
 
Afinal, cada mês é um novo ano. E a gente merece ser feliz e recomeçar sempre. (Quantas vezes forem necessárias). ...☆


 
 
☆☆... Fernanda Mello ...☆☆









.

Sonhos...

Untitled


☆... Que a gente continue a ter vontade, verdade, saudade. Que a gente continue a lutar, amar, se entregar. Que a gente aprenda a não desistir, enfraquecer e se queixar. Que a gente perceba que a poesia embeleza a vida, a alma e os olhos. Que a gente embale os versos, as frases e os sonhos. ...☆

☆☆... Clarissa Corrêa ...☆☆







.

19 de set de 2013

Alguém...

http://2.bp.blogspot.com/_PNA60oqykRw/TUr1D9mCpAI/AAAAAAAABDY/ghV2WovQoIs/s1600/tumblr_kx4nsoEmSR1qzr5ipo1_500.jpg



☆... Eu preciso de alguém para estar ao meu lado quando ninguém mais pudesse estar. Alguém que olhasse e realmente me visse. Alguém sem cantos escuros, lugares distantes, alma vazia. 

Eu preciso de alguém sem pressa pra levantar. Alguém que goste de sorrir, que brigue e perdoe sem precisar fingir. Alguém para andar na chuva, correr descalço. Alguém para dividir as moedas, usar o mesmo casaco. Alguém para esperar, para sentar do outro lado da mesa, para bagunçar a gaveta. 

Eu preciso de alguém que precise de mim. Alguém que crie metáforas com os meus olhos, que diga que adora me ver sorrir. Alguém que me fizesse baixar os olhos com qualquer elogio, que me emudecesse com qualquer prece. 

Eu preciso de alguém que aceite minha mão, meu abraço, alguém que precise chegar logo onde eu estou, que se incomode com a minha demora. 

Eu preciso de alguém que mesmo sabendo quem eu sou, aprendesse a buscar todo dia um jeito novo de se doar. Alguém que transforme tristeza em beleza, que decore a vida com momentos inesquecíveis. 

Eu preciso de alguém que vale a pena precisar. ...☆





ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆






.

18 de set de 2013

Doçuras...

http://sphotos-b.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash4/p480x480/392407_352380611481127_1005364500_n.jpg


☆... O tempo vai passando e a gente descobre
que só o que interessa é viver em paz com todos.
É continuar semeando flores que superem os cinzas cotidianos.
É acreditar que para toda testa franzida, 
há um antídoto: a doçura. ...☆






☆☆... Giovanna Stadnicki ...☆☆








.

Pés descalços...

http://3.bp.blogspot.com/-PE452cuJqR0/TvEmrBz9jHI/AAAAAAAAEbM/xQfXc9jFSEA/s640/cloud+1.jpg

☆... Sonho alto e de pés descalços: pra sentir a delicadeza das nuvens. ...☆




☆☆... Michelle Trevisani ...☆☆








.

Delicadeza...

 

☆... Delicadeza: 

 

... artigo indispensável, para ornamentar um coração de luxo. ...☆





☆☆... Mychele Magalhães Velloso ...☆☆







.

17 de set de 2013

Desapego...




☆... Desapego não é esquecer, não pensar, ou ignorar.

Não é deixar os sentimentos de raiva, ciúme ou arrependimento. 
 
Desapego não é ganhar e não é perder.

Não se trata de orgulho nem se você é obcecado em reviver o passado.

Desapego não é apagar memórias ou pensamentos tristes, e nem deixar o vazio, mágoa ou tristeza.

Não é sobre dar ou desistir.

Deixar ir não é sobre perda e nem sobre derrota.

Deixar ir é para valorizar as memórias, para superar e seguir em frente.

É ter uma mente aberta e confiança no futuro.

Deixar ir é aceitar. É aprender, experimentar e crescer.

Desapego é para agradecer as experiências que fizeram você rir, que te fizeram chorar, e te fizeram crescer.

É sobre tudo o que você tem, tudo o que você tinha, e tudo o que você vai ganhar em breve.

Deixar ir é ter a coragem de aceitar a mudança e a força para se manter em movimento.

Desapego é crescer. É perceber que o coração às vezes pode ser o remédio mais potente.

Desapego é abrir uma porta e limpar o caminho para libertá-lo. ...☆

 
 
 
 
 

☆☆... James Hillman ...☆☆







.

16 de set de 2013

Levou-me...

http://1.bp.blogspot.com/_7xIrwVBQv94/S8GowF49_jI/AAAAAAAABSA/f0vqAwN1PuI/s320/untitled48.bmp



☆... Explicar com palavras deste mundo
que partiu de mim um barco levando-me. ...☆






☆☆... Alejandra Pizarnik ...☆☆







.

Voar...

http://assets-cache02.flogao.com.br/s27/21/06/06/102/64262692.jpg


☆... Quero voar pra bem longe mas hoje não dá... ...☆






☆☆... Legião Urbana ...☆☆






.

Líquidas palavras...

http://imgs.obviousmag.org/archives/uploads/2008/ZZ03DF07EA.jpg


☆... Afogar-se às vezes é morrer
em líquidas palavras
que nunca dizemos. ...☆


 
 
☆☆... Silvia Chueire ...☆☆






.

Qual a fórmula?...

http://3.bp.blogspot.com/_yhfwHkXgf7I/TQ7spErNBBI/AAAAAAAACgs/0dD7zvYIxlg/s320/rain+2+we+heart+it.jpg




☆... Para não ver, a gente fecha os olhos. 
Para não ouvir, tampamos os ouvidos. 
E para não sentir? 
O que a gente faz? ...☆

 
 
 
 
☆☆... Tati Bernardi ...☆☆






.

Cores...

http://2.bp.blogspot.com/emflor0/R51SuTatzUI/AAAAAAAAAtk/GXe3U14-wE0/s800/LovePassion30x24.jpg



☆... O conforto possui formas. O amor cores. ...☆

 
 
 
 
☆☆... Coco Chanel ...☆☆







.

Musical...




☆... O amor tem que ser musical
Enquanto um toca...
O outro sola. ...☆

 
 
 
☆☆... Paulinho Pedra Azul ...☆☆






.

...






ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆







.

14 de set de 2013

Pra ficar...

http://4.bp.blogspot.com/-IJ6SYOyvY9w/TtOWN5c7oNI/AAAAAAAABEY/5iwyy9g-AHQ/s400/costas-julia.jpg


☆... Eu me aproximo pelos olhos,
mas o que me convence a permanecer é o som da voz.
Quero um amor capaz de conduzir o escuro. ...☆

 
 
 
☆☆... Fabricio Carpinejar ...☆☆







.

Ressurgir...

http://3.bp.blogspot.com/-qZGGFC66Azs/UZfEvhTpcAI/AAAAAAAAGpY/_jdUX0jnogI/s1600/tumblr_lmqoqhGT8m1qbugsho1_500_large.jpg


☆... E é aqui que o Amor entra, ou, é aqui que você respira com uma melhor desenvoltura: no meu cansaço; no meu inimaginável. Amar é acreditar em uma nova vida com desprendimento e conforto. Ressurgir de. Liberdade. Ir e vir, sem quando nem onde. Aqui ou ali. Não se sabe os porquês — nem se vai durar muito tempo. Amar é conviver em paz com a liberdade do não-saber (o que caberá ao fim, ao além-do-instante, ao que costuma inventar eternos). ...☆




☆☆... Priscila Rôde ...☆☆






.

Certezas...

http://1.bp.blogspot.com/_pS4A6vzK464/S9XAPA-xDkI/AAAAAAAAA2Q/rGa2QEaESE4/s320/e74252fcf21586a2042366c90651bfae.jpg



☆... Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo
- quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo,
não sei me entregar à desorientação. ...☆





☆☆... Carice Lispector ...☆☆








.

Sensibilidade ...

http://www.atelierdepalavras.com.br/wp-content/uploads/2012/03/livreeeeeeee.jpg


☆... Ser sensível nesse mundo requer muita coragem. Muita. Todo dia. 
 
Esse jeito de ouvir além dos olhos, de ver além dos ouvidos, de sentir a textura do sentimento alheio tão clara no próprio coração e tantas vezes até doer ou sorrir junto com toda sinceridade. 
 
Essa sensação, de vez em quando, de ser estrangeiro e não saber falar o idioma local, de ser meio ET, uma espécie de sobrevivente de uma civilização extinta. 
 
Essa intensidade toda em tempo de ternura minguada. Esse amor tão vívido em terra em que a maioria parece se assustar mais com o afeto do que com a indelicadeza. 
 
Esse cuidado espontâneo com os outros. Essa vontade tão pura de que ninguém sofra por nada. Esse melindre de ferir por saber, com nitidez, como dói se sentir ferido.

Ser sensível nesse mundo requer muita coragem. Muita. Todo dia. 
 
Essa saudade, que às vezes faz a alma marejar, de um lugar que não se sabe onde é, mas que existe, é claro que existe. 
 
Essa possibilidade de se experimentar a dor, quando a dor chega, com a mesma verdade com que se experimenta a alegria. 
 
Essa incapacidade de não se admirar com o encanto grandioso que também mora na sutileza. 
 
Essa vontade de espalhar buquês de sorrisos por aí, porque os sensíveis, por mais que chorem de vez em quando, não deixam adormecer a ideia de um mundo que possa acordar sorrindo. Pra toda gente. Pra todo ser. Pra toda vida.

Eu até já tentei ser diferente, por medo de doer, mas não tem jeito: só consigo ser igual a mim. ...☆
 
 
 
 

☆☆... Ana Jácomo ...☆☆







.

8 de set de 2013

Sem vida...

http://images.imagensdeposito.com/fotos/a/anjo_negro-7141.jpg

☆... Faz um frio agudo dentro de mim. Procuro um agasalho. Cubro. Recubro. Mas, desnudo-me diante de uma mentira, pois cubro o meu corpo e não o meu sentimento de angústia. Que sentimento tão inválido é este que me aflige? Feio. Insípido, flácido na fluidez da impaciência que eu descubro.

Enquanto cubro, vou descobrindo a minha nudez sentimental que me escapa por causa da invalidez emocional. Inválidos somos nós, na vertiginosa conquista que pretendemos dar ao nosso futuro.

Ah, o futuro. Olha meu irmão, o futuro é tão antigo como a Humanidade. E ao caminharmos para o futuro, é da clemência que vamos ao encontro, na precisão de uma nova conquista. É nesse mito que se emerge a minha angústia, que se esfria dentro de mim. Não será isto início de uma loucura. Louca. Estou ficando louca. Pelo menos a loucura dá-me a certeza de que sou alguma coisa. Pelo menos uma certeza, ganhei, na vida: sou louca. Louca!

Nesse estágio da vida, pelo menos posso lutar contra tudo. Posso lutar contra «o nada». Posso sonhar com tudo. Posso viver o rito de um presságio único. Posso, como louca, ser barco. Mar. Oceano. Concha marítima. Mercado. Mercador. Luz. Sol. Folha. Agulha. Amante. Amado. É bom ser louca, porque podemos ser e fazer tudo. Podemos ganhar. Perder. Rir. Chorar. Cantar. Saltar. Orar. Ou rezar para quem acredita numa fé maior que a minha.

Mas isso não tira e muito menos purifica a nossa angústia, apenas atenua. Engrandece. Desloca-nos. Transfere-nos. Espalha-nos. Congela-nos. Irrita-nos. É dentro da nossa irritação humana que continuo a sentir um frio agudo dentro de mim.

A angústia revela-me a sua loucura. É nesse matinal escuro, solar e existencial que me encontro agora. É nessa matriz que me cubro, redescobrindo que não fui honesta com os descobrimentos que foram desacobertados para que eu possa andar coberto como uma artista, complexa e simples.

Nessa onda matinal, em que me encontro agora, o frio (a angústia) toma conta de mim. Acho que estou nos últimos momentos de mim. Mesmo assim, vou-me agasalhando cada vez mais. Esperando que a angústia (o frio) me leve de mim, para fora de mim. Enquanto me cubro, espero que o frio (a angústia) me arranque de mim, para me levar para o futuro de mim mesmo.

Choro. Choro, sim. Choro, porque tenho medo do além. Choro, não por medo de um frio denso e agudo. Choro porque descubro dentro da Humanidade, dentro de mim, que a única angústia (o frio) de que tenho medo (dentro do meu frio angustiante) é o futuro: a morte. ...☆




ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆





.

6 de set de 2013

Imperfeições...



☆... Que não nos percamos de quem amamos. Que jamais fechemos a porta deixando ao relento algum bom sentimento, alguma emoção que nos faça sonhar. Que resgatemos dos cantos empoeirados da consciência cada pessoa que já nos fez sorrir. E de alma banhada em simples carinho, esqueçamos as mágoas. Porque nenhuma perfeição é possível.
 
Real mesmo é poder abraçar, beijar, cuidar. É só o que importa. O toque, o encontro. ...☆
 
 
 
 
 
☆☆... Giovanna Stadnicki ...☆☆







.

Fomes raras...

http://4.bp.blogspot.com/-70jn9O9OAMI/T4Lf8VOvAeI/AAAAAAAAAK0/s3l2ocUXgqc/s1600/onossoamoor.jpg

☆... Tem gente que possui uma beleza de provocar dessas fomes raras, uma avidez por mais presença, a necessidade de um contato cada vez mais íntimo e imediato. Feito uma atração poética que conjuga o corpo sem querer consumar o ato, mas um querer estar junto que não cessa nunca de fato.

Tem gente que só se pode trazer para a nossa vida com uma entrega esparramada. ...☆

 
 
 
 
 
☆☆... Marla de Queiroz ...☆☆







.

5 de set de 2013

Seu anjo...



☆... Se eu fosse um anjo
Andaria sempre ao teu lado
Seria seu sol na manhã de frio
Sua sombra no calor da tarde
E sua lua no anoitecer
Tudo pra iluminar seu viver
E quando fosse dormir
Uma canção de ninar eu cantaria
Pra ver você sorrir
Sem saber que sempre estive aqui. ...☆

 
 
 
 
 
☆☆... Sirlei L. Passolongo ...☆☆








.

4 de set de 2013

Duas metades...

http://api.ning.com/files/ugK2q4WSACaYfO0uCR4i98Y4-8khPttJnz1xa7EcViw4KG8KsNQlfDBLg*-LbMEjRHDnlruf7ykEKy4ajSANWcuxmiu1aIoJ/almasgemeas.jpg


☆... Nem somos duas pessoas. Muito antes de nos conhecermos éramos só duas metades andando por aí com grandes espaços vazios no formato da outra pessoa. E quando nos encontramos finalmente nos completamos. Mas foi como se não suportássemos sermos felizes e então, nós nos dividimos ao meio outra vez. ...☆





☆☆... Filme: Sylvia - Paixão Além das Palavras ...☆☆







.

Olhos mais gratos...

http://sitedepoesias.com/imagens/poemas/82479.jpg


☆... Há decepções que nos amadurecem vinte anos, percebemos a vida com olhos mais gratos, deixamos de reclamar por pequenas coisas, fazemos contrato com a felicidade e se ela não cumprir sua parte, nós cumprimos. ...☆





☆☆... Imeon Prates ...☆☆







.

O coração nos conta ...

http://static.tumblr.com/ps95nrp/6hbm42xv8/fake_s2.jpg

☆... Às vezes é preciso diminuir a barulheira, parar de fazer perguntas, parar de imaginar respostas, aquietar um pouco a vida para simplesmente deixar o coração nos contar o que sabe. E ele conta. Com a calma e a clareza que tem. ...☆





☆☆... Ana Jácomo ...☆☆





.

1 de set de 2013

Em setembro...

https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/p480x480/993669_577320542306863_196418312_n.jpg



☆... Não dormi. Sentei ao lado da janela do meu quarto e vi o sol nascer: era setembro chegando. Enfim, toda a amargura de agosto está ficando pra trás, e Setembro traz consigo a esperança de tempos alegres. Tive fé e paciência para cruzar os dias de agosto, não os deixei me esmagar e ainda que fatos ruins acontecessem, eu não desisti. Agosto é de fato um mês de cachorro louco, mas Setembro chegou trazendo um céu tão azul, que parece pintado. Eu atravessei agosto focando no ponto mais importante: ir, sobretudo, em frente.

Eu estou indo, te encontro lá? ...☆






ღ ☆ Ƒeita de Ϛoisas ♥ ☆








.